Dicas para evitar fraudes durante a Black Friday 2016

Pesquisa e cautela deverão ser palavras de ordem para os consumidores que pretendem realizar compras na Black Friday. A popular data de descontos do varejo acontece no dia 25 de novembro neste ano, e algumas medidas são importantes para que o consumidor não seja vítima de fraudes.

Apenas em 2015, a Black Friday movimentou R$ 1,5 bilhão, número recorde em relação à edição de 2014 quando o e-commerce faturou R$ 872 milhões. No entanto, como em anos anteriores, os consumidores observaram que algumas empresas aumentaram os preços poucos dias antes da data e simularam grandes descontos. Segundo o site Reclame Aqui, 3.538 reclamações ocorreram durante a edição de 2015, e os problemas com propaganda enganosa foram responsáveis por 37% das reclamações.

Para evitar a frustração do consumidor ao comprar durante a Black Friday, a organização do evento criou, juntamente com a Camara-e.net, normas de conduta e boas práticas comerciais que devem ser seguidas pelas lojas virtuais para evitar que esses problemas ocorram novamente. Além disso, o Procon-SP também elaborou uma série de dicas para que o consumidor não faça um mau negócio. Confira algumas abaixo:

Monitoramento dos preços – É importante verificar os preços cobrados antes e durante o dia marcado para o evento. Desse modo, o consumidor pode e deve fazer buscas por meio dos sites das empresas que participarão da Black Friday e de outros fornecedores. Também há sites comparadores de preços que têm um histórico dos valores.

Descrição do produto – Outra dica é ver atentamente a descrição do produto, comparando-o com outras marcas. O consumidor deve certificar-se de que ele supre suas necessidades.

Salvar as telas – Imprimir ou salvar todos os documentos (telas) que mostrem a compra e confirmação do pedido é mais uma alternativa recomendada pelo Procon-SP.

Segurança – O consumidor deve procurar no site a identificação da loja (razão social, CNPJ,  endereço e canais de contato). Dessa forma, caso ocorra algum problema, localizar a empresa é o caminho para a solução. Se o fornecedor não possuir essas informações, escolha outro.

Além disso, é aconselhável evitar sites que exibem como forma de contato apenas um telefone celular. Também é recomendado que ele prefira fornecedores recomendados por amigos ou familiares.

Ainda sobre o quesito segurança, é importante instalar programas de antivírus e o firewall, e lembrar de mantê-los atualizados no computador. Outra dica é nunca realizar transações online em lan houses, cybercafés ou computadores públicos, pois estes lugares podem não estar adequadamente protegidos.

Denúncias – Caso o consumidor depare-se com problemas como: promessa de promoção com preços iguais aos praticados dias antes da Blacky Friday, ou mudança de preço no momento da finalização da compra feita via internet, por exemplo; ele poderá enviar o print da página com o problema a um Procon.

Loja Confiável All Black

Para ajudar o consumidor a ter uma boa experiência de compra na Black Friday 2016, a Yourviews acaba de lançar o portal Loja Confiável All Black. O buscador exibe toda a cartela de clientes da ferramenta, e permite que o consumidor final realize uma consulta de lojas virtuais e produtos para identificar se determinada loja é confiável.

Com foco em credibilidade e segurança, a intenção da Yourviews é facilitar o processo de compra com segurança e mostrar ao consumidor que a loja que usa a ferramenta possui uma transparência maior em relação ao cliente, além de estar mais consciente da importância de um bom atendimento.

A iniciativa também aparece como uma vitrine positiva para as lojas participantes, pois conta com informações pertinentes para o consumidor, como o nome da loja, sua avaliação na ferramenta e descrição dos produtos oferecidos.

Continue lendo...